A história da Recipharm

A história da Recipharm começou em 1995. Uma das fábricas de comprimidos de Pharmacia em Årsta, a sul de Estocolmo, ia ser encerrada no seguimento da decisão de subcontratar a produção de comprimidos em Itália. Thomas Eldered, Diretor de Obras na fábrica, e Lars Backsell, Responsável da Divisão de Autocuidado da Pharmacia, viram o potencial da fábrica e prepararam uma aquisição pelos quadros. No momento da formação da Recip (como era então conhecida) contavam com 140 funcionários, um volume de negócios de 220 milhões de coroas suecas e produtos internos, sendo a Apoteket a principal cliente.

Backsell, extrovertido e abertamente orientado para o mercado, e Eldered, analítico e mais reservado, formavam um par de coproprietários um pouco mal combinados, mas bem-sucedidos, completando-se um ao outro em personalidade e experiência. Foram bem-sucedidos em garantir que os funcionários estavam do seu lado e, rapidamente, criaram uma forte cultura empresarial. A administração e os funcionários estiveram ambos fortemente envolvidos e firmemente dedicados à criação de uma empresa completa, o que conduziu ao desenvolvimento de um forte espírito empreendedor. Teve início um trabalho ambiental abrangente, o que deu à empresa uma forte vantagem competitiva. O perfil ambiental da empresa continua a ser um aspeto importante da Recipharm.

Entre 1998 e 2004, foram adquiridas mais três fábricas para o fabrico de várias preparações na Suécia e, em 2001, a marca Recipharm estava estabelecida para a subcontratação. Um ano mais tarde, as fábricas foram reorganizadas em duas subsidiárias separadas. Em 2007, foi tomada a decisão de se concentrarem na subcontratação e os produtos internos foram liquidados, enquanto o grupo tomava o nome de Recipharm. Como fabricantes contratados, os clientes da Recipharm são empresas farmacêuticas que colocam a produção dos seus produtos fora da esfera das suas operações.

Em 2007, verificou-se a aquisição da primeira fábrica fora da Suécia, em Monts, França. Seguiram-se mais aquisições entre 2007 e 2010, em Inglaterra, França, Suíça, Alemanha, Suécia e Espanha. Em Abril de 2014 a Recipharm tornou-se uma empresa cotada na bolsa de valores sueca e, ao longo de 2014 e 2015, foram adquiridas mais instalações. A estratégia do grupo consiste em que as subsidiárias sejam autónomas e existem esforços deliberados para tentar manter a natureza local.